COMPORTAMENTO HUMANO: MEDO DE FALAR EM PÚBLICO!

2702201517170456676892_mod

Falar em público é difícil para muitos

Comportamento Humano: Medo de falar em público!

Você já deve ter se perguntado porque sente medo de falar em público, mas nunca compreendeu o porquê.

Diante da realidade, fica evidente que falar em público é um sentimento temido e vivenciado por várias pessoas, principalmente, as que estão em contanto constante ou quase que diariamente com o público, por ter que se submeter a tal exposição, devido ao cargo que ocupa em determinada organização, ou mesmo pela profissão escolhida de orador, professor, ator, entre várias outras que diretamente ou indiretamente estão interligadas com uma plateia. Falar em público tem um propósito importante para a vida das pessoas, na qual constantemente ou em algum momento da vida passaram por tal necessidade. O medo faz parte da rotina da maioria das pessoas, mas sentir esse medo todos os dias, além de desgastante se torna exaustivo.

Esse medo nasce conosco, e se torna evidente logo nos primeiros contatos, que se inicia normalmente na escola, sendo o (a) professor (a) e colegas de turma, e esse contato com o público são nas apresentações escolares que fazem parte do dia a dia do estudante. Com o passar dos anos esse público torna-se diferente, são os colegas de trabalho, grupo de amigos, chefes, ou uma simples reunião.

O medo de falar em público é o medo mais temido entre as pessoas, isso se dá por alguns motivos: falta de preparação de material e do profissional, falta de experiência, fala de assunto, entre outros motivos, considero o principal deles “sair da zona de conforto”, isso mesmo, zona de conforto, quando estamos diante de uma plateia ficamos desorientados, para tanto, existem técnicas e habilidades a serem adotadas e praticadas, como mecanismo de autodefesa, controlando e equilibrando essa dificuldade, vejamos algumas dicas para uma boa apresentação:

1º passo: identificar o real motivo e o principal objetivo da apresentação. Exemplos de objetivos: vender, educar, motivar, informar e etc. A importância de identificarmos o objetivo principal, é para conduzirmos o material a ser desenvolvido para apresentação, seguindo linguagens e termos técnicos de acordo com o objetivo.

2º passo: identificar o público para qual irá falar, além de ajudar na preparação do material, ajudará também, para você se preparar psicologicamente, para a exposição a determinado público. Os aspectos analisados têm como importância, o nível do palavreado a ser utilizado, técnicas de ensinamento e transmissão do conteúdo. Exemplos de aspectos a serem observados: idade, nível de conhecimento/escolaridade, sexo, renda e etc. Essas informações podem ser alcançadas pelos organizadores do evento, por outros palestrantes entre outras fontes.

3º passo: desenvolver um plano de apresentação, na qual sua importância é relatar todo tipo de material que você irá precisar. Esses tipos de materiais na maioria das vezes devem ser solicitados e separados com antecedência. Exemplos: materiais audiovisuais (slides, data show, microfone, notebook…), materiais impressos (folhetos, dinâmicas, anotações…), tempo, intervalos, objetivos a serem alcançados e etc.

Artigo por Franciele Dorow Christen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *